Skip to content
SaaS Insights

Métricas de SaaS: saiba como medir e melhorar a performance do seu negócio para obter crescimento sustentável

Escrito por Equipe Rafaela Campos
Adicione o texto do seu título aqui
15.06.2023 às 20:00

Escalando seu negócio para 1MM ARR

Descubra como aumentar a base de clientes de forma progressiva, mesmo em um cenário de concorrência acirrada e sem alto orçamento de vendas e marketing.

Encontre fácil

As métricas de SaaS são essenciais para analisar o crescimento da empresa, já que por meio da leitura de indicadores relevantes é possível ajustar a estratégia.

Tudo isso visando a sustentabilidade e a escalabilidade do seu negócio e, ainda, dando suporte para a expansão em médio e longo prazo.

Além disso, o uso das métricas possibilita mitigar riscos que são inerentes ao negócio SaaS, visto que cada passo será acompanhado pelos indicadores.

Por isso, se você quer saber mais sobre o assunto e entender as principais métricas, acompanhe o texto abaixo e tire suas dúvidas. 

Tenha uma boa leitura.

O que são métricas SaaS?

As métricas SaaS são KPIs (Key Performance Indicator) que possibilitam o acompanhamento dos resultados obtidos nesse formato de negócios.

Já que atualmente, o desenvolvimento e a comercialização de funcionalidades de sistemas que são baseados em nuvem é um negócio lucrativo e que apresenta uma demanda crescente. 

Isso justifica a necessidade de mensurar e tangibilizar os números possibilitando entender o impacto de um negócio SaaS para seus clientes e, principalmente, os resultados para você enquanto empreendedor.

Logo, algumas métricas são essenciais para entender como está a saúde do negócio, como a taxa de retenção de clientes.

Por que é importante mensurar essas métricas?

Utilizar as métricas de SaaS é primordial para que a evolução de um negócio seja acompanhada, possibilitando ajustar o rumo sempre que for necessário.

Além disso, entender quais são os pontos fortes, ou seja, aqueles que mais atraem os clientes para o seu negócio, e aqueles que necessitam de ajustes.

Por meio dos indicadores, é possível mensurar o impacto de cada ação ou de cada estratégia, de acordo com as soluções que são oferecidas pela sua empresa, de forma a obter resultados com maior relevância.

Para uma empresa que atua com o modelo de negócios SaaS, acompanhar todos os aspectos é essencial para se manter no mercado, possibilitando tomada de decisões estratégicas.

Quais são as métricas de SaaS?

Agora que você já sabe como é essencial acompanhar as métricas de SaaS, entenda quais são as principais e o que elas podem te mostrar sobre o seu negócio.

Então, continue acompanhando o texto e verifique.

Métricas de aquisição de clientes

As métricas de aquisição de clientes indicam o valor médio que é gasto em um negócio para obter novos clientes.

Entenda quais são as principais métricas relacionadas à aquisição de clientes, a seguir.

Custo de aquisição de clientes (CAC)

A primeira métrica mais conhecida é a CAC — Custo de Aquisição de Clientes, mensurá-la é essencial para o seu negócio.

Pois, ela é responsável por indicar qual será o custo que um negócio que atua no modelo SaaS terá para conseguir clientes.

O cálculo leva em consideração todos os valores que levaram a conseguir um cliente, como custos com marketing, vendedores, campanhas, entre outros.

Valor do tempo de vida do cliente (LTV)

Já a métrica LTV (Lifetime Value — Valor do Tempo de Vida), indica o valor financeiro que o cliente deixa durante toda a sua vida útil dentro do seu negócio.

Taxa de conversão de visitantes em leads

Já a taxa de conversão de visitantes em leads, é para acompanhar o percentual de visitantes que foram convertidos em leads.

Ou seja, em interessados pelos produtos e serviços oferecidos pela empresa.

Taxa de conversão de leads em clientes

No entanto, a taxa de conversão de leads em clientes, é uma métrica de SaaS para acompanhar o percentual de leads que fizeram negócios com a empresa.

Lead time de vendas

Pouco explorada, essa métrica é a chave para atingir os objetivos estratégicos nos prazos estipulados. Pois, ela mede o tempo médio para fechar as vendas. 

Vale destacar que mesmo tendo altas taxas de conversão, se elas demoram para se cumprir existe um problema financeiro que a empresa terá que lidar enquanto aguarda as conversões acontecerem. 

Por isso, medir e acompanhar essa métrica é essencial para o crescimento do negócio.

Métricas de uso e retenção

Já as métricas de uso e de retenção, servem para realizar o acompanhamento dos usuários, entendendo quanto os serviços/produtos estão atendendo às necessidades de seus clientes.

Diante disso, confira as principais métricas de SaaS, a seguir.

Taxa de churn

A taxa de churn, ou Churn Rate (Taxa de cancelamento), é a métrica responsável por acompanhar o percentual de clientes que desistem de fazer negócios com a empresa.

É essencial seu monitoramento porque a perda de um cliente, para um negócio de modelo SaaS, significa a perda de todo o LTV que retornaria para o empreendedor.

Receita recorrente mensal (MRR)

A métrica de SaaS de MRR (Monthly Recurring Revenue — Receita Recorrente Mensal) é a soma das receitas que foram pagas pela sua base de clientes mensalmente.

Ou seja, ela consiste em analisar os resultados obtidos e indicar a saúde financeira do seu negócio.

Receita anual recorrente (ARR)

Já a métrica ARR (Anual Recurring Revenue — Faturamento recorrente anual), faz o cálculo do faturamento obtido no ano pela empresa.

Ela considera os valores de novas vendas, mas também precisa considerar todos os cancelamentos (Churn Rate) para o mesmo período.

Taxa de engajamento do usuário

Essa métrica SaaS indica o percentual de engajamento do usuário com o seu produto SaaS durante o período de avaliação.

Métricas financeiras

No entanto, esse conjunto de métricas é utilizado para acompanhar a saúde financeira do seu negócio SaaS. 

Por isso, conheça as principais abaixo.

Lucro bruto e líquido

O indicador de lucro bruto é voltado para produtividade do negócio, enquanto o lucro líquido indica quais foram os ganhos obtidos em determinado espaço de tempo.

O cálculo é feito após pagamento de despesas, dedução de impostos e custos operacionais.

Margem bruta e líquida

A margem líquida possibilita uma visão clara sobre como está o lucro da empresa, já a margem bruta, é sobre como está a rentabilidade dos produtos/serviços.

No entanto, essa não é uma visão relacionada ao negócio em sua totalidade, e sim sobre a performance dos produtos/serviços oferecidos.

Retorno sobre investimento (ROI)

Já o ROI (Return on Investment — Retorno sobre o investimento), é um dos indicadores mais conhecidos do mundo dos negócios.

Ele é responsável por mensurar os ganhos obtidos a partir de um investimento, principalmente em relação aos custos com divulgação e marketing em geral.

Ponto de equilíbrio

Já a métrica de SaaS de ponto de equilíbrio, representa o valor ideal de vendas para equilibrar os custos e os lucros.

Métricas operacionais

Por fim, temos as métricas operacionais, que são responsáveis por indicar como está o andamento de toda a operação.

Confira quais são elas, a seguir.

Tempo médio de resposta (TMR)

O indicador de TMR (tempo médio de resposta) é utilizado para acompanhar o tempo de resposta, seja de um incidente ou de um problema.

Tempo médio de resolução (MTTR)

E o indicador de MTTR (tempo médio de resolução) você deve utilizar para acompanhar o tempo médio em que o incidente foi solucionado.

Ou seja, são indicadores combinados, onde um acaba sendo dependente do outro. 

E quando um está alto e o outro está baixo, é necessário analisar o motivo pelo qual está acontecendo.

Tempo médio de configuração

Já o indicador de tempo médio de configuração, é utilizado para mensurar a velocidade operacional para configurar produtos e serviços.

Tempo de atividade (uptime)

Por fim, temos a métrica de SaaS de tempo de atividade, que é conhecido como uptime.

Ele mensura o tempo de disponibilidade de todo o sistema de tecnologia da empresa, como servidores, sites, entre outros.

Como interpretar e usar as métricas de SaaS?

Como falamos anteriormente, acompanhar as métricas de SaaS do seu negócio permite entender como está a empresa em diferentes aspectos.

Dessa forma, não cabe uma análise individualizada das métricas, mas sim uma análise em conjunto.

Por exemplo, com base no que discutimos aqui, é possível concluir que o MRR e LTV maiores são mais interessantes para sua empresa.

Porém, quanto maior for a sua taxa de cancelamento (Churn) e seu CAC mais atenção você precisa ter para ajustar o que for necessário para sanar esse cenário.

Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre assuntos relacionados a construção de um negócio SaaS de alta recorrência? 

Então, se inscreva no Encontro de Negócios Rumo ao Milhão com SaaS e corte o caminho de forma segura para obter o crescimento da sua empresa.

Assim, você terá acesso a estratégias validadas e táticas valiosas para economizar tempo, esforço e dinheiro na construção e evolução do seu negócio SaaS.

Outros artigos que você pode gostar...

plugins premium WordPress